Referência em trauma, Hospital Estadual de Urgência e Emergência realiza 4 mil atendimentos por mês

Inaugurado em setembro de 2014, o Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE) comemora seis anos de funcionamento nesta sexta-feira (11). Localizado no bairro Forte São João, em Vitória, a unidade é referência em traumas, realizando uma média de 3.900 atendimentos, por mês, no setor de Urgência e Emergência (Pronto-Socorro)



Entre as especialidades, a unidade conta com ortopedia, neurocirurgia, neurologia, cirurgia vascular/angiologia, cirurgia geral, clínica médica e intensivista. O HEUE também dispõe de especialidades de apoio, como cirurgia bucomaxilofacial, nefrologia, infectologia, cardiologia e hematologia. Ao todo, são 40 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), 14 de Unidade de Alta Dependência de Cuidados (UADC) e 121 leitos de enfermaria, além de um Pronto-Socorro que funciona 24 horas por dia. 

Em 2015, pouco mais de ano após a inauguração pelo Governo do Espírito Santo, a Pró-Saúde assumiu a gestão do HEUE, por meio de contrato de gestão com a Secretaria da Saúde (Sesa). Desde então, a unidade vem conquistando importantes resultados na saúde pública no Sudeste do País e para a sociedade capixaba.

Serviços de atendimentos realizados 
De setembro de 2014 a agosto de 2020, o hospital já realizou 27.368 cirurgias, 90.088 consultas médicas e 448.849 exames. Os atendimentos prestados à população sustentam uma aprovação expressiva de 97% de satisfação dos usuários, resultando em uma busca contínua pela excelência na gestão. 

Para o processo de reabilitação dos pacientes, a unidade conta com equipes multiprofissionais, envolvendo enfermeiros, técnicos em Enfermagem, terapeutas ocupacionais, psicólogos clínicos, assistentes sociais, nutricionistas clínicas, farmacêuticos, fisioterapeutas e fonoaudiólogos. 

O diretor Hospitalar do HEUE, Paulo Czrnhak, destaca que o diferencial da unidade está na “assistência e acolhimento aos pacientes, além da busca por aprimoramento constante”. O diretor também complementa ressaltando a importância da unidade para a região. “Os números de atendimentos são expressivos e refletem o investimento e a dedicação do Governo do Estado do Espírito Santo e dos profissionais que atuam no HEUE, que visam a uma assistência segura e humanizada para os usuários do hospital. A nossa gestão mantém a atuação constante na manutenção de protocolos e garantia da melhor assistência”, diz Czrnhak.

Reconhecimento nacional e qualidade na assistência 
Em 2019, o hospital obteve o segundo nível mais importante de qualidade assistencial do País – Acreditado Pleno (ONA 2), concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA).

No mesmo ano, o HEUE ficou entre os cinco melhores hospitais do 21º ciclo do programa Lean nas Emergências, do Ministério da Saúde, desenvolvido por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi/SUS), e executado em parceria com o Hospital Sírio-Libanês. O objetivo do projeto Lean nas Emergências é reduzir a superlotação nas urgências e emergências de hospitais públicos e filantrópicos, e, em contrapartida, aperfeiçoar o atendimento prestado. 

Por três anos consecutivos (2017 a 2019), o HEUE recebeu o selo de Gestão de Indicadores de Qualidade e Desempenho da Associação de Medicina Intensiva Brasileiro. Para alcançar os resultados, o hospital atestou bons resultados na gestão de indicadores de qualidade e desempenho das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Desenvolvimento de pessoas 
Com ações voltadas para o desenvolvimento e qualidade de vida para seus 1.099 colaboradores, a instituição promove os projetos, tais como o Programa Qualidade de Vida do Colaborador, cuja função é estimular a prática de atividades físicas e alimentação saudável para aqueles que trabalham cuidando da saúde de pacientes. 

Os programas Semear, Cultivar e Florescer, aplicados para os gestores, líderes imediatos, equipe multiprofissional e operacional, têm a função de abordar assuntos ligados ao autoconhecimento, como ferramenta de desenvolvimento, liderança, motivação, gestão de tempo e comunicação no ambiente de trabalho.

Projetos que estimulam a prevenção 
Com foco na humanização, o HEUE desenvolve ainda o projeto “Espera Humanizada”, com orientações de prevenção e cuidados com a saúde aos usuários enquanto aguardam atendimento. 

Outra ação, com foco na humanização da assistência, é o projeto “Comemorando o aniversário do paciente”. Nesse sentido, os pacientes que acabam celebrando o aniversário durante o período de internação, recebem uma sobremesa especial, de acordo com a dieta do tratamento, como lembrança e valorização emocional. A ação é realizada no leito do paciente. 

O projeto é promovido pelo Grupo de Trabalho de Humanização (GTH) e proporciona um momento mais alegre, tornando o dia do paciente mais leve e alegre. 

Sustentabilidade e qualidade assistencial 
Além do programa Lean nas Emergências, o HEUE integrou as atividades do projeto Paciente Seguro, coordenado pelo Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, em parceria com o Ministério da Saúde, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS), desde abril de 2019, cujo objetivo é aperfeiçoar a assistência e a segurança do paciente. 

Em 2017, a unidade foi o primeiro hospital do Espírito Santo a receber o selo “Materiality Disclosures”, concedido pela Global Reporting Initiative (GRI), uma entidade sem fins lucrativos sediada na Holanda, que estimula e reconhece, em escala mundial, a inclusão de práticas sustentáveis em organizações públicas, privadas e do terceiro setor. 

Também no mesmo ano, o HEUE foi selecionado entre os 15 melhores hospitais públicos do Brasil e recebeu o Prêmio Amigo do Meio Ambiente, promovido pela Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo, e que já está em sua 11ª edição. Para conquistar o reconhecimento, o hospital apresentou o projeto Sistema de Aquecimento de Água, desenvolvido pela equipe de Manutenção.

Sobre a Pró-Saúde
A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 24 cidades de 12 Estados brasileiros – a maioria no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).
Compartilhar

Por: Colibri Comunicação