Homem que trabalhava em bueiro é atropelado e morre em Águas Claras

Reginaldo da Silva dos Santos, 30 anos, prestava serviços de manutenção para um posto de gasolina. Testemunhas afirmaram que a área estava mal sinalizada e contava, apenas, com dois cones


Um homem morreu atropelado na manhã desta quarta-feira (5) em um posto de combustível em Águas Claras. A vítima, identificada como Reginaldo da Silva dos Santos, 30 anos, trabalhava em um bueiro no interior do Posto Ipiranga, localizado na Avenida Castanheiras, quando foi atingido por um Pálio cor prata. 

O acidente aconteceu quando o rapaz que dirigia o veículo acessou o posto pela marginal, ao lado do Parque de Águas Claras, e acertou um dos cones que sinalizavam o local. Reginaldo, funcionário de uma empresa que presta serviços de manutenção para postos de gasolina, se assustou com o barulho, colocou parte do corpo para fora e foi atingido. 

Testemunhas afirmaram que a área estava mal sinalizada e contava, apenas, com dois cones. Frentistas, no entanto, contaram que o rapaz, de 20 anos, é cliente do posto e costuma dirigir em alta velocidade. Um dos funcionários disse ainda que ele já havia sido alertado sobre o risco de atropelar alguém. Além disso, o motorista estava com a Permissão para Dirigir vencida.

O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal foi acionado, mas a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu antes de receber atendimento. O motorista permaneceu no local e aguardou a perícia. Já o posto funciona normalmente, apesar de a perícia ainda atuar na área. 

Reginaldo era casado e tinha uma filha de 10 anos.
Compartilhar

Por: SAC Sistema Alternativo de Comunicação